Coleiras Vermelhas: Diga não à Crueldade na luta contra a Raiva.

Coleiras Vermelhas: Diga não à Crueldade na luta contra a Raiva.
clique e aceda

CUIDADOS COM O CÃO


Adoptar um animal não é o mesmo que comprar um ? brinquedo? Antes de o fazer é necessário ter consciência de todos os cuidados e trabalho que significa ter um animal.
Aqui ficam alguns conselhos a ter em conta:

 - Pelo
Dependendo de ser uma raça de pelo longo ou curto as exigências em relação ao tratamento do pelo serão diferentes, pelo que ao comprar ao adoptar um animal se deve informar das exigências especificas da raça em questão.
A generalidade das raças de pelo longo exige um tratamento diário.
Ao escovar e pentear o seu cão estará não só a tratar do seu pelo mas também a massajar a pele do animal.
Por norma os cães gostam de ser escovados apreciando esse momento de carinho e interacção com o dono.
No que diz respeito ao banho o animal não deve tomar banhos excessivos uma vez que isto destrói o filtro protector do pelo. Só deve dar banho ao seu cão quando for mesmo necessário.
Se ele se sujar na terra dê-lhe só um duche com água morna sem usar champô.
Para evitar os odores pode recorrer a outras soluções existente no mercado, sem ter que recorrer necessariamente ao banho.

- Unhas
Quando se trata de animais que vão muitas vezes à rua geralmente não há necessidade de lhes cortar as unhas. Mas por outro lado se o animal passa muito tempo em casa as unhas não se desgastam e podem crescer demasiado. Corte-as com recurso a um alicate corta-unhas especial tendo o cuidado de cortar unicamente a matéria morta e não as cortar demasiado pois pode ser doloroso para o animal.
Caso não se sinta confiante e à vontade para o fazer contacte alguém especializado.
Mais vale recorrer a um profissional do que estar a magoar o seu animal.
Olhos, ouvidos e dentes
Nos animais com pelo comprido os fluidos lacrimais tendem a acumular-se nos cantos dos olhos. Quando verificar esta situação remova essa acumulação de fluidos utilizando um pano humedecido.
Em relação aos ouvidos à que ter atenção às infecções. Se repara que o seu cão coça muito as orelhas recorra ao veterinário para fazer o despiste de uma possível otite.
Já existem no mercado diversas soluções para evitar a formação de tártaro nos dentes do seu animal. Pode escovar os dentes do seu cão recorrendo a escova dos dentes e dentífrico adequados ou pode optar por uma das outras soluções disponíveis no mercado, como por exemplo biscoitos desenhados especificamente para este efeito.

- Treino
A partir dos 3 meses de idade o cão atinge um estádio de desenvolvimento que permite iniciar o seu treino, mas nunca se esqueça que com esta idade o seu animal continua a ser um cachorro assustado num ambiente desconhecido, por isso torne as sua primeiras viagens em algo agradável.
Comece por escolher uma coleira e uma trela adequadas ao tamanho e carácter do cão, que lhe permita controla-lo de forma eficaz mas que ao mesmo tempo seja confortável para o animal.
Nas primeiras idas à rua opte por leva-lo ao colo até que ele se sinta seguro e confortável com o ambiente exterior.
- Asseio:
Por natureza o animal escolherá um local afastado do sítio onde dorme para fazer as suas necessidades, aproveite esse instinto.
Tenha em atenção que um cão pequeno com mais vezes e em por isso necessidade de se aliviar com maior frequência. Sempre que verificar que é necessário leve o animal ao sítio onde pretende que este faça as suas necessidades (caixa, rua, etc.). Deve-se levar o animal a esse local logo de manhã, depois de todas as refeições e antes de ir dormir por forma a criar uma rotina que acabará por ser assimilada pelo animal.
Para que o animal compreenda porque razão o leva aquele local não o deve deixar sozinho, pois ele entenderá isso como um castigo.
Quando perceber que o animal se vai aliviar dentro de casa dê-lhe firmemente o comando "Não" e leve-o ao local indicado. Tenha em atenção que quando o animal começar a assimilar a rotina e verificar que não tem acesso ao local onde deve aliviar-se ele virá ter consigo para lhe pedir "ajuda", pelo que deverá estar atento para lhe abrir a porta ou leva-lo à rua quando ele lhe pedir.

- Comandos básicos:
Lado, senta, deita, fica, de pé e aqui são alguns dos comandos essenciais que o seu cão deve aprender.
A aprendizagem deste tipo de comando deve ser feita através da repetição. O treino começa com o uso da trela para manter o animal na posição indicada, evoluindo-se posteriormente para o treino sem trela.
Dê o comando precedido do nome do animal (por exemplo: Rex lado) e coloque-o na posição que deseja (neste caso junto da perna esquerda do dono), as sessões de treino nunca devem demorar mais que 15 minutos e nunca se esqueça de recompensar o seu animal quando este executar correctamente a ordem.

- Não comer comida de estranhos nem do chão:
Algo que também deve ensinar ao seu cão é a não aceitar comida de estranhos nem comer algo que encontre no chão.
Para tal deve ter atenção sempre que estiver com ele na rua ou então pedir ajuda a um amigo que seja estanho para o animal.
Peça ao seu amigo que de algo ao cão e quando este for aceitar puxe a trela e dê o comando "Rex Não". Tal como no resto do treino quando o cão obedecer á ordem quando está à trela passe para o treino sem trela.
Caso o cão seja muito rebelde e não assimile este tipo de ordem coloque na comida que o "estranho" lhe vai dar algo que saiba mal, como por exemplo pimenta, deste modo o cão irá associar o sabor desagradável com a comida dada por estranhos.

Espero que estes conselhos venham a ser úteis.

Category: 0 comentários

0 comentários:

LINDO

Comovente historia do cachorro que esperou 11 anos pelo seu dono no mesmo lugar